sábado, 13 de novembro de 2010

Técnico em Metalurgia


O Técnico em Metalurgia é o profissional da indústria, responsável por planejar e supervisionar a execução das atividades de caldeiraria, soldagem e de tratamento de estruturas metálicas, de acordo com a programação de produção. Para tanto, ele aplica métodos e processos apropriados, em conformidade com a legislação e as normas referentes ao processo de produção e de qualidade de produtos.
“O Técnico em Metalurgia encontra as melhores oportunidades na indústria metalúrgica, atuando, especialmente, no setor de fundição, de conformação e de tratamento térmico. Exerce atividades de orientação e de acompanhamento de todo o processo da produção, visando à racionalização do trabalho e ao controle de qualidade do produto final”, explica Expedito Jesus Silva, coordenador e professor do curso de Metalurgia da Escola Técnica “Trajano Camargo”, em Limeira, Interior/SP.
Segundo o educador, o trabalho deste profissional é exercido em laboratórios de ensaios, com a função de supervisionar as tarefas de análise química e metalográfica, bem como os ensaios mecânicos e de tratamentos térmicos dos metais. “Ele é responsável pela verificação do enquadramento da matéria-prima aos padrões estabelecidos pelas normas. Distribui o trabalho, compara as análises e resultados, detecta a presença de impurezas e defeitos, enfim, as propriedades mecânicas, químicas, etc. O profissional também faz as especificações de materiais para as diversas aplicações, elabora os procedimentos de soldagem, de tratamento térmico e termoquímico. Atua, também, no setor de projetos de ferramentas e moldes e nas mais diversas pesquisas para aperfeiçoamento do profissional”, completa o professor Expedito.

MERCADO
O Técnico em Metalurgia pode atuar em empresas que fabricam peças em metais não ferrosos e fundidas em ferro e aço pelos processos manual e mecanizado; laminados a quente (chapas, vergalhões para construção civil, etc) e em laboratórios metalúrgicos das indústrias de conformação mecânica, de tratamentos térmicos, de fundição e de usinagem.
“O setor de Metalurgia envolve variados processos de conformação de peças e produtos e, em grande parte, processos metalúrgicos. Trata-se de um mercado de trabalho bastante estável, sempre à procura de profissionais que demonstrem conhecimento, dedicação e zelo pelo que fazem. Há, também, boas oportunidades de estágio”, ressalta o coordenador, que acrescenta: “as maiores dificuldades para quem quiser seguir essa profissão estão no número muito reduzido de escolas que oferecem o curso”.

De acordo com a Confederação Nacional dos metalúrgicos, o trabalhador de nível técnico recebe um salário médio de R$ 1.178,56.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário